banner_header2.jpg

GRUPO DE ESTUDO EM GIORGIO AGAMBEN (GEA)

LIVROS DE GIORGIO AGAMBEN E LIVROS DE COMENTARISTAS

 

OBRAS PUBLICADAS PELA EDITORA BOITEMPO

 

01. Estado de Exceção. Tradução de Iraci Poletti. São Paulo: Boitempo, 2004.

 
02. Profanações. Tradução de Luísa Feijó. Lisboa: Cotovia, 2006; Tradução de Selvino Assmann. São Paulo, Boitempo, 2007.
 
03. O que resta de Auschwitz. Tradução de Selvino J. Assmann. São Paulo: Boitempo, 2008.
 
04. O Reino e a Glória: uma Genealogia Teológica da Economia e do Governo , (Vol. 2/2) Tradução de Selvino José Assmann. São Paulo: Boitempo, 2011
 
05. Opus Dei: Arqueologia do Oficio: homo sacer, II,5. Tradução Daniel Arruda Nascimento. São Paulo: Boitempo, 2013.
  
06. Altíssima pobrezaRegras monásticas e forma de vida - Homo Sacer, IV, 1. Tradução Selvino Assmann. São Paulo: Boitempo, 2014.
 
07. Pilatos e Jesus. Revisão técnica Selvino J. Assmann. Tradução Patricia Peterle,  Silvana de Gaspari. Coedição Editora UFSC/Boitempo, 2014.
 
08. MISTÉRIO DO MAL: Bento XVI e o fim dos tempos. Tradução Silvana de Gaspari, Patricia Paterle. São Paulo: Boitempo: Florianópolis, SC: Editora da UFSC, 2015.
 
 
OBRAS PUBLICADAS PELA EDITORA UFMG
 
 
01. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua I. Tradução de Henrique Burigo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.
 
02. Infância e História: destruição da experiência da história. Tradução de Henrique Burigo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.
 
03. Linguagem e Morte: um seminário sobre o lugar da negatividade. Tradução de Henrique Burigo, Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2006.
 
04. Estâncias: a palavra e o fantasma na cultura ocidental. Tradução de Selvino Assmann. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.
 
05. O sacramento da linguagem. Arqueologia do juramento. Tradução de Selvino José Assmann. Belo Horizonte: UFMG, 2011.
 
 
OBRAS PUBLICADAS PELA EDITORA AUTÊNTICA
 
 
01. O Homem Sem Conteúdo. Tradução, notas e posfácio. Claudio Oliveira. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012.
 
02. Ideia da Prosa. Tradução, prefácio e notas de João Barrento. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012.
 
03. A comunidade que vem. Tradução Cláudio Oliveira. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.
 
04.  Nudez. Tradução Davi Pessoa. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.
  
05. Meios sem fim: Notas sobre a política. Tradução Davi Pessoa. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.
 
06. Bartleby, ou da contingência. Tradução Vinicius Honeslo; Bartebly, o escrevente: uma história de Wall Street/Herman Melville. Tradução Tomaz Tadeu. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2015.
 
07. A potência do pensamento: Ensaios e conferências. Tradução Antônio Guerreiro. Belo Horizonte: Autêntica, 2016.
  
08. O tempo que resta: Um comentário à Carta aos Romanos. TraduçãoDavi Pessoa. Belo Horizonte: Autêntica, 2016.
 
 
OBRA PUBLICADAS PELA EDITORA CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
 
 
01. O ABERTO: O HOMEM E O ANIMAL. Tradução Pedro Mendes. São Paulo: Civilização Brasileira, 2013.
 
 
 
OBRAS PUBLICADAS PELA EDITORA ARGOS
 
 
01.   O que é o contemporâneo? e outros ensaios. Tradutor Vinicius Nicastro Honesko. Chapecó, SC: Argos, 2009.
 
 
OBRAS PUBLICADAS POR ESTUDIOSOS DO PENSAMENTO DE AGAMBEN
 
 
 01. SEDLMAYER, Sabrina; GUIMARÃES , César; OTTE, Georg (Org.). O COMUM E A EXPERIÊNCIA DA LINGUAGEM. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.
 
 02. PUCHEU, Alberto (Org.). Nove abraços no inapreensível: filosofia e arte em Giorgio Agamben. Rio de Janeiro: Beco do Azougue: FAPERJ, 2008.
 
03. PUCHEU, Alberto. GIORGIO AGAMBEN: poesia, filosofia, crítica. Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2010.
 
 04. NASCIMENTO, Daniel Arruda. DO FIM DA EXPERIÊNCIA AO FIM DO JURÍDICO: PERCURSO DE GIORGIO AGAMBEN. São Paulo: Liber Ars, 2012.
 
05. BAZZANELLA, Sandro Luiz; ASSMANN, Selvino José. A VIDA COMO POTÊNCIA A PARTIR DE NIETZSCHE E AGAMBEN. São Paulo: Liber Ars, 2013.
 
06. MATTEDI, Milton Carlos Rocha. Estado de Exceção e Pluralismo Político: Schmitt, Agamben e Arendt. Belo Horizonte: Arraes Editores, 2013.
 
07. Marcus Cesar.Política E Desumanização: Aproximações Entre Agamben E A Psicanálise. Editora: Educ - Puc, 2013.
 
08. BARSALINI, Glauco.  DIREITO E POLÍTICA NA OBR DE GIORGIO AGAMBEN. Porto Alegre.Editora Sérgio Antônio Fabris Editor, 2013.
 
09. BARBOSA, Jonnefer. POLÍTICA E TEMPO EM GIORGIO AGAMBEN. São Paulo: Editora EDUC, 2014.
 
10. NASCIMENTO, Daniel Arruda.UMBRAIS DE GIORGIO AGAMBEN: PARA ONDE NOS CONDUZ O HOMO SACER? São Paulo: Liber Ars, 2014.
 
11. TEIXEIRA, Eduardo Tergolina. O ESTADO DE EXCEÇAO NA OBRA DE GIORGIO AGAMBEN. São Paulo: Liber Ars, 2015.
 
12. SALVETTI, Ésio Francisco; CARBONARI, Paulo César; SIVIERO Iltomar (Org). Giorgio Agamben: filosofia, ética e política. Passo Fundo: IFIBE; 2015.
 
13. CASTRO, Edgardo. Introdução a Giorgio Agamben - Uma arqueologia da potência. Tradução Beatriz de Almeida Magalhães. Belo Horizonte: Autêntica, 2016.
 
 
REVISTAS SOBRE O PENSAMENTO DE AGAMBEN
 
01. MENDES, Alexandre; CAVA, Bruno. A VIDA DOS DIREITOS – VIOLÊNCIA E MODERNIDADE EM FOUCAULT E AGAMBEN. Rio de Janeiro: NPL/AGON Grupo de Estudo, 2008, volume 2 (Revista de Filosofia Política do Direito AGON).
 
02. HONESKO, Vinicius Nicastro. O PARADIGMA DO TEMPO: Walter Benjamin e Messianismo em Giorgio Agamben – coordenação João C. Galvão Jr., Renato Nunes Bittencourt, Wills Santiago Guerra Filho. Florianópolis: Ed. Do Autor, 2009 (Revista de Filosofia Política do Direito AGON, V. 3)
 
03. A edição número 81 da Revista IHU-Online: O ESTADO DE EXCEÇÃO E A VIDA NUA: A LEI POLÍTICA MODERNA        http://www.ihuonline.unisinos.br/media/pdf/IHUOnlineEdicao81.pdf
 
04. A edição número  45  dos  Cadernos IHU em formação, intitulada: Agamben (entrevistas já publicadas pelo IHU sobre o pensamento do filósofo italiano Giorgio Agamben)
45_cadernosihuemformacao.pdf
  
05. UM FILÓSOFO PARA O SÉCULO Xxi - Edição 180 . Revista Cult - http://revistacult.uol.com.br/home/category/edicoes/
 
06. Revista Científica da Universidade do Contestado – Coordenada pelo Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas (CNPq) e pelo Grupo de Estudos em Giorgio Agamben (GE)
 http://www.periodicos.unc.br/index.php/prof